Reflexão

A FÉ NÃO CONSISTE NA IGNORÂNCIA, MAS NO CONHECIMENTO.
João Calvino

sábado, 2 de junho de 2012

Filmes!!!

10 Filmes Medievais



A Idade Média é o período compreendido entre o fim do Império Romano (Idade Antiga) e o início das grandes navegações, com a chegada à América e, também, a queda de Constantinopla, que deram início à Idade Moderna.
Os cerca de mil anos foram marcados pela disseminação (e jugo) do cristianismo e por batalhas que deram a Europa boa parte da sua divisão geo-política atual.
Deste período, as Cruzadas e a peste negra foram os fatos mais explorados pelo cinema.
Esta lista traz 10 filmes passados na Idade Média, procurando dar um panorama geral da época, mas estejam à vontade para sugerir outros títulos. 


1.  Ladyhawke, o Feitiço de Aquila (começo a lista com esta encantadora fantasia romântica sobre um casal impedido de viver seu amor, por uma maldição lançada pelo bispo de Aquila, onde ele - Rutger Hauer -, durante as noites, se transformava num lobo e ela - Michelle Pfeiffer -, durante os dias, se transformava num falcão, jamais se encontrando sob a forma humana. com a ajuda de um prisioneiro - Matthew Broderick -, que escapou das muralhas. e passando por grandes batalhas e aventuras, o casal vai tentar acabar com a maldição)


2.  O Leão no Inverno (no natal de 1183, o rei Henry II - Peter O'Toole - reúne os 3 filhos e a esposa - Katharine Hepburn -, no castelo, onde ela está isolada há anos, para não interferir no seu reinado. a razão do encontro é decidir quem irá sucedê-lo no trono inglês. rei e rainha têm seus preferidos, mas os filhos farão alianças e intrigas, onde tudo o que interessa é o poder)


3.  Cruzada (no século 12, um bastardo ferreiro francês - Orlando Bloom - torna-se cavaleiro e barão de um feudo na terra santa, por obra de seu pai nobre. após sua morte, ele vai para Jerusalém, numa cruzada, tomar posse de seu feudo. no caminho enfrenta e mata um experiente guerreiro mulçumano. excelente recriação de época de Ridley Scott)


4.  El Cid (Charlton Heston interpreta o lendário herói espanhol na luta contra os invasores mouros no século 11 e seus esforços pela unificação da Espanha. grandes cenas de batalhas e ótima reconstituição de época num épico de Hollywood)


5.  Os Contos de Canterbury (o menos famoso dos filmes da "trilogia da vida" de Pier Paolo Pasolini, foi gravado em locações na Inglaterra, embora seja falado em italiano. baseado nos contos do poeta Chaucer, do século 14, começa com uma peregrinação a Canterbury, onde os componentes contam suas divertidas histórias envolvendo sexo, escatalogia e crítica à igreja. ótima trilha de Ennio Morricone, direção de arte de Dante Ferretti e figurinos de Danilo Donati e sequências com inspiração no pintor Hyeronimus Bosch)


6.  A Lenda da Flauta Mágica (no verão de 1349, a peste negra atinge Hamelin, no norte da Alemanha. um grupo de menestréis chega para o casamento da filha do prefeito. um dos menestréis, um flautista, se oferece para atrair os ratos, com sua música, para fora da cidade, mas o prefeito desiste de contratá-lo. um boticário judeu procura a cura para a praga, mas é acusado de magia pelos padres. ganância, corrupção, ignorância e a doença vão destruir a cidade. filme americano do francês Jacques Demy, baseado na famosa lenda do flautista de Hamelin)


7.  Joana d'Arc (nascida em 1412, na França, Joana ainda jovem desenvolveu uma forte religiosidade. a guerra dos cem anos com a Inglaterra se prolongava desde 1337. ela então tem uma visão, que a impele a liderar os franceses numa missão divina de libertar o país dos ingleses. mas isso é o começo do seu fim. escolhi a versão de Luc Besson, estrelada por Milla Jovovich, mas existe uma ótima versão com Ingrid Bergman)


8.  Conquista Sangrenta (um bando de mercenários medievais, decide vingar-se de um nobre que não os pagou, raptando sua a noiva de seu filho. como a peste e a guerra deixaram um rastro de destruição por toda a terra, invadem o castelo, expulsam seus ocupantes e ficam a espera do seu destino. aventura violenta de Paul Verhoeven, estrelada por Rutger Hauer)


9.  O Retorno de Martin Guerre (na França da era medieval, um soldado - Gerard Depardieu, volta para casa, depois de passar vários anos na guerra. ninguém mais no seu vilarejo o reconhece e começam a desconfiar que ele não é quem diz ser. ótimo filme de Daniel Vigne)


10.  Coração Valente (o filme retrata a vida do herói escocês William Wallace, que no final do século 13, uniu seus compatriotas para enfrentar os exércitos ingleses e os senhores feudais, para libertar a Escócia. ganhador de 5 Oscars, incluindo filme e diretor para Mel Gibson)


10 Filmes com Rainhas Britânicas



Intrigas, assassinatos, casamentos, guerras... 
A vida da Coroa de Inglaterra e Escócia já foi muito agitada, especialmente quando as mulheres tinham o poder.
Alguns ótimos filmes foram feitos sobre estas regentes, selecionei uma lista de 10.


1.  A Rainha (Helen Mirren está brilhante como a rainha Elizabeth II, atual governante inglesa, hoje uma figura apenas símbólica, que tem que se preocupar com sua imagem diante da morte da nora, Diana)


2.  Elizabeth (a Inglaterra de 1554 vive em conflitos entre católicos e protestantes. a rainha Mary Tudor, católica, adoece e é obrigada a passar o trono para a meia irmã Elizabeth - Cate Blanchett -, protestante e filha única de Anna Bolena, que herda um país falido. gradativamente ela se consolida no poder e traça os primeiros passos do que seria o império britânico)


3.  Elizabeth - A Era de Ouro (Cate Blanchett volta nesta continuação. em 1585, cerca de 30 anos depois de assumir o trono, Elizabeth I se vê envolvida num plano da coroa espanhola para matá-la e restaurar o catolicismo na Inglaterra, entronando sua prima Mary Stuart, rainha da Escócia. não é tão bom quanto o primeiro, mas é bem feito)


4.  Sua Majestade, Mrs. Brown (Judi Dench vive a rainha Vitória I, que regeu o país pela maior parte do século XIX. após a morte de seu marido, o príncipe consorte, a rainha entra em luto profundo, se afastando de qualquer compromisso social. até que o mais fiel serviçal do príncipe e amigo da família, John Brown, torna-se cavalariço da rainha e aos poucos a tira do luto, gerando fofocas e o maldoso apelido de Mrs.Brown a Vitória. ótimo filme intimista)


5.  Lady Jane (a morte de Henry VIII criou um caos na sucessão da Coroa britânica. seu filho Edward assumiu, mas tinha a saúde frágil e morreu jovem, sem deixar herdeiros. para evitar que Mary Tudor, católica assumisse, o primeiro ministro casa seu filho com a jovem Jane Grey, que em 1553, aos 16 anos de idade,  assume, contra sua vontade, o trono inglês por apenas 9 dias, pois foi destituída por sua prima Mary e condenada à morte por traição. parece Shakespeare, mas é fato. Helena Bonham-Carter está ótima como Jane)


6.  A Rainha Tirana - The Virgin Queen (uma outra visão de Elizabeth I, aqui Bette Davis é a rainha já em idade avançada, que se apaixona pelo aventureiro sir Walter Raleigh, que quer construir barcos e explorar o novo mundo, mas ele está mais interessado numa das damas de companhia, que enfrentará a fúria da rainha)


7.  O Leão no Inverno (no natal de 1183, o rei Henry II, reúne os três filhos e a esposa Eleanor de Aquitânia, de quem estava separado, para decidir quem irá sucedê-lo. aí começam as intrigas e alianças em família, para chegarem a uma decisão. Eleanor foi rainha consorte da Inglaterra e da França. sua fortuna e habilidade política a fizeram uma das mulheres mais influentes da Idade Média. interpretações espetaculares de Katharine Hepburn e Peter O'Toole)


8.  Ana dos Mil Dias (Henry VIII - Richard Burton - rompeu com a igreja católica para anular seu casamento com Catarina de Aragão - Irene Papas -, que não conseguiu lhe dar um filho homem, para casar-se com Anna Bolena - Geneviève Bujold. ela reinou ao seu lado por mil dias, mas como também não lhe deu um filho homem, apenas Elizabeth - que viria a ser Elizabeth I - acabou condenada à morte. bom filme)


9.  Mary Stuart, Rainha da Escócia - Mary, Queen of the Scots (1972 de Chales Jarrot. Vanessa Redgrave é Mary Stuart, rainha católica da Escócia, e ex-rainha consorte da França, que tem que enfrentar a prima, Elizabeth I - Glenda Jackson - num confronto desigual, além das intrigas dentro de seu próprio castelo)


10.  Mary Stuart, Rainha da Escócia  - Mary of Scotland (1936 de John Ford. Katharine Hepburn é Mary, que regressa da França para assumir seu trono, contra a vontade do irmão. após uma guerra civil, pede asilo à prima Elizabeth, na Inglaterra, com consequências trágicas) 




10 Filmes sobre a Revolução Francesa



A revolução francesa foi um conjunto de acontecimentos ocorridos entre 5 de maio de 1789, com a queda da Bastille e 9 de novembro de 1799, com o golpe de estado do 18 Brumário por Napoleão Bonaparte.
Este período mudou o mundo e a relação entre os seres humanos, A revolução marcou o início da Idade Contemporânea. Sua filosofia aboliu a servidão e os direitos feudais e proclamou os direitos universais de "Liberdade, Igualdade e Fraternidade".
Apesar disso, não existem tantos bons filmes quanto o tema mereceria., mas selecionei 10 bons exemplares nesta lista.


1.  Danton (dirigido pelo polonês Andrzej Wajda, é o melhor drama sobre a revolução. foca na história do líder revolucionário Danton - Gerard Depardieu - e seu confronto pós-revolução com o ex-aliado Robespierre - o fantástico Woyciech Pszoniak -, agora no poder. contando com o apoio popular, acaba, traído, indo a julgamento)


2.  La Revolution Française (minissérie comemorativa dos 200 anos da revolução em 1989, dividida em duas partes, para ser exibido no cinema. traz Klaus Maria Brandauer no papel de Danton e Jane Seymour como Maria Antonieta. tenta ser correto historicamente, mas não foi um grande sucesso, nem mesmo na França. existe em dvd)


3.  Maria Antonieta (a versão de 1938, com Norma Shearer e Tyrone Power é uma visão adocicada e romanceada de uma das figuras mais emblemáticas do fim da realeza na França. uma linda princesa austríaca é levada à Versailles para casar-se com o futuro rei, Luis Aufusto, mas apaixona-se por um conde e terá que optar pelo coração ou a realeza. bem, como todo mundo sabe, ela acaba rainha e na guilhotina. esta história foi refilmada em tom pop, por Sofia Coppola em 2006)


4.  Casanova e a Revolução - La Nuit de Varennes(um curioso road-movie de Ettore Scola, contando a revolução sob o ponto de vista dos passageiros de uma carruagem que se dirige a Varennes, na mesma rota por onde o rei Luis XVI estava se deslocando, para escapar dos insurgentes. entre os passageiros estão um escritor controverso, uma condessa, uma cortesã da rainha, um ativista político americano e até o envelhecido sedutor Casanova - Marcello Mastroiani. interessante)


5.  A Queda da Bastilha (baseado no romance de Charles Dickens, "A Tale of Two Cities", conta a história de um triângulo amoroso em meio aos turbulentos tempos da revolução. um emigrante francês é acusado de espionagem e defendido por um advogado inglês, que se apaixona pela noiva do acusado. um bom filme, em sua primeira versão de 1935)


6.  O Pimpinela Escarlate (na França do século XVIII, um aristocrata - Leslie Howard - leva uma vida dupla. passa-se por um nobre afetado e patético, mas trama secretamente e usando disfarces, para livrar a nobreza e a população do reinado de terror imposto por Robespierre, que teria decapitado mais de 15 mil pessoas na guilhotina. esta versão de 1935 teve continuações e várias refilmagens)


7.  Scaramouche (pouco antes da revolução, a rainha Marie Antoinette pede ao seu primo marquês, que descubra a identidade de um panfleteiro que está atacando a imagem da nobreza. exímio espadachim, o primo mata o homem, mas deixa escapar seu amigo, que refugi-se em uma companhia teatral, onde vive sob a máscara de um bufão, enquanto treina para vingar a morte do amigo. capa-espada de primeira, dirigido por George Sidney em 1952)


8.  Napoleão (este clássico do cinema mudo, de 1927, dirigido por Abel Gance ainda é a melhor biografia de Napoleão Bonaparte. feito para ser a primeira de 6 partes - que nunca foram realizadas -, mostra desde a infância, sua evolução como estrategista militar e sua efetiva participação na revolução francesa. o filme foi inovador ao utilizar nos últimos 20 minutos, além das cenas panorâmicas, outras montagens em 3 telas simultâneas. inovador)


9.  Mercenários Num Reino em Chamas (antes da revolução, numa família aristocrática,  nascem dois irmãos gêmeos - Donald Sutherland e Gene Wilder - e ao mesmo tempo nascem numa família pobre, outros gêmeos - os mesmos atores. graças a uma confusão os bebês são trocados. quando começa a revolução, o rei convoca os nobres a lutar e os pares de gêmeos estarão em lados opostos da batalha. comédia até divertida)


10.  A Marselhesa (um filme feito em tom documental por Jean Renoir em 1938. mostra através de vários personagens, dos cidadãos de Marselha, condes e do rei Luis XVI, os fatos que levaram à revolução e à criação do hino nacional francês de mesmo nome.


10 Filmes sobre o Holocausto



O termo Holocausto é reconhecido atualmente como o genocídio perpetrado a grupos politicamente indesejados pelo regime nazista de Adolf Hitler.
Por anos, durante a segunda guerra, foram exterminados não apenas judeus, mas também homossexuais, comunistas, sindicalistas, ciganos, eslavos, deficientes motores, deficientes mentais, testemunhas de jeová, mórmons, etc...
A importância do cinema na denúncia destes crimes deve ser reconhecida. Os eventos e os campos de concentração foram bem retratados em filmes e documentários. Sem estas imagens, é provável que os que negam a existência do holocausto, pudessem hoje ser levados a sério. Até por isso existe um claro lobby da indústria em premiar e reconhecer filmes sobre o tema, o que me parece justo.
Não foi fácil elaborar esta lista com apenas 10 exemplos e muitos de vocês vão sentir falta de vários filmes, alguns até óbvios, por isso peço que sugiram nos comentários filmes para compor uma 'lista-bônus'.


1.  A Lista de Schindler (o melhor filme sobre o tema é também um grande projeto pessoal do cineasta judeu-americano Steven Spielberg. o filme foi feito em preto e branco, apenas com detalhes coloridos. conta a história de um industrial alemão que negociava com os nazistas a utilização de trabalhadores judeus em sua fábrica, poupando-os de serem levados para os campos de concentração. comovente, pungente, obra-prima)


2.  O Pianista (Adrian Brody é um pianista judeu-polonês, que interpretava peças clássicas na rádio, quando as primeiras bombas caíram sobre a Polônia. o filme mostra a formação do gueto de Varsóvia e a luta pela sobrevivência deste personagem, escondendo-se nas ruínas da cidade. ótimo filme de Roman Polanski)


3.  Os Falsários (um brilhante falsificador judeu é preso e cooptado pelos nazistas para coordenar a fabricação de cédulas estrangeiras numa gráfica montada dentro de um campo de concentração, onde ele e o grupo gozavam de algumas 'mordomias', como comer. excelente filme austríaco sobre o tema)


4.  Filhos da Guerra - Europa Europa (conta a incrível história de um garoto que se safa dos campos de concentração, escondendo sua ascendência judaica e chegando a se alistar na juventude hitlerista, como exemplo de 'perfeito ariano'. brilhante filme da polonesa Agnieszka Holland) 


5.  Noite e Neblina (um dos mais importantes documentos da história do cinema. realizado em 1955, a partir de um convite do Comitê da História da Segunda Guerra ao cineasta Alain Resnais, para a comemorar o aniversário de libertação dos campos de concentração. as imagens, ora coloridas ora em preto e branco, foram as primeiras que tangibilizaram o Holocausto e chocaram o mundo)


6.  O Refúgio Secreto (filme de 1975, conta a história real de uma família cristã holandesa que decide esconder judeus e membros da resistência num pequeno esconderijo em sua casa, até serem descobertos e levados a um campo de concentração. o filme escorrega um pouco na pieguice cristã, mas foi um dos primeiros a mostrar dramaticamente os campos de concentração)


7.  O Diário de Anne Frank (uma menina holandesa vive com seus pais e irmã num sótão secreto, junto com mais uma família judia. ela escreve um diário onde conta seu cotidiano, os perigos e privações. feito em 1959, baseado num best-seller, comoveu uma geração)


8.  O Homem do Prego (é um dos primeiros filmes a tratar do trauma causado aos sobreviventes do Holocausto. Rod Steiger - ótimo - é um operador de uma casa de penhores em Nova York, atormentado pelas lembranças dos campos de concentração. ótima direção de Sidney Lumet)


9.  Bent (Clive Owen é um homossexual levado a um campo de concentração, mas lá troca o triângulo rosa, que identifica os gays, pela estrela amarela dos judeus. conhece e se apaixona por um outro prisioneiro que tem orgulho de usar o triângulo rosa)


10.  Holocausto (minissérie americana que teve o mérito de levar aos grandes públicos as histórias do Holocausto. conta em paralelo as história de duas famílias, uma judia e outra alemã. a primeira tem Meryl Streep e seu marido que são separados e levados a campos de concentração. a outra experimenta a ascenção de um advogado içado a oficial nazista)
Artigo de http://listasde10.blogspot.com.br

Um comentário:

  1. EU NÃO ACHEI NADA PARA UTILIZAR NO MEU FILME.

    ResponderExcluir